Como conciliar trabalho (ou faculdade ou outra atividade) e estudos? | Fernando Mesquita

Como conciliar trabalho (ou faculdade ou outra atividade) e estudos? | Fernando Mesquita

março 28, 2019 Off Por Redator

Cara, fazer esse trabalho online é muito legal Muitas vezes eu digo que essa parte é a mais divertida do meu dia, eu adoro gravar vídeos, eu adoro conversar com você, eu adoro a nossa interação

nos comentários e isso me ensina muita coisa Então, eu publiquei, certa vez, no meu Instagram, se você não me segue lá, me siga lá @blogdofm, que ensinar tem um caráter um pouco egoísta porque quando você ensina, você aprende muito e meu aprendizado aqui é constante E uma das coisas que eu aprendi é nunca achar que as pessoas sabem as coisas que eu acho que elas deveriam saber, porque isso é uma inocência minha de achar que muitas coisas as pessoas já aprenderam, mas as pessoas têm tanto níveis de conhecimento, elas têm tantos estágios diferentes que, muitas vezes, a gente precisa, realmente, ir de partes antecedentes para a gente poder pensar em princípios Pensar em princípios são a forma mais fácil de a gente chegar a conclusões acertadas Por quê? Porque eles criam a base sobre a qual você pode decidir aquilo que vem em seguida Então, por exemplo, deixa eu te dar uma ideia de princípio para a gente entrar no tópico desse vídeo de hoje

Um princípio, quando a gente fala sobre estudos, é o seguinte: quanto mais você estudar, melhor Então Como que isso te ajuda a tomar decisões? Algumas pessoas viram para mim e falam assim: Fernando, eu estou com problema de tempo, como é que eu faço? Aí eu viro para você e falo assim: Você tem horário de almoço? Aí a pessoa fala: tenho

Quanto tempo você tem de almoço? Aí a pessoa, às vezes, meia hora, uma hora, tá Quanto tempo você leva para comer? Ah, eu levo 40 minutos para comer Cara, 40 minutos para comer é muito tempo

Então, a gente vai fazer o seguinte: Você vai reestruturar o seu almoço para que você possa almoçar em 15 minutos, e, nessa uma hora total que você tem, você almoça 15 e estuda durante 45 minutos Então, se o seu princípio é estudar mais, pelo menos até a um certo ponto, é claro que há falhas nisso, é claro que a qualidade do seu estudo também influencia muito Você precisa olhar para o seu dia, para as suas decisões para, a partir daí, você tomar outras decisões Esses princípios colidem com outros princípios Então, por exemplo, você tem um princípio de quanto mais você estudar, melhor

Mas, ao mesmo tempo, você tem outro princípio que diz: Eu preciso cuidar da minha saúde e da minha alimentação, e isso não deveria ser afetado Então, eu vou estudar o máximo possível Eu vou Mas eu vou estudar em vez de dormir? Não! Porque existe um outro princípio Então, quando você cerca a sua vida por princípios, fica muito mais fácil você tomar decisões

Hoje a gente vai falar sobre como você pode conciliar trabalho e estudos Estudos, principalmente, para provas e concursos aí que você queira fazer O que acontece sempre quando a gente fala de conciliação é porque você precisa também advir de princípios que orientem isso E o princípio que eu quero trazer aqui para você é o princípio da importância Você sempre vai atribuir mais relevância, mais importância àquilo que é mais importante para você

Essa é uma decisão que não é muito fácil para a maioria das pessoas e eu entendo isso, mas você precisa tomar decisões difíceis para, a partir daí, estabelecer parâmetros para que esses princípios sejam colocados em prática Faz sentido? Eu espero que sim Então vamos lá! Qual é o princípio que a gente está trabalhando aqui? É o princípio da importância Você vai atribuir mais tempo e mais importância àquilo que é mais importante Entre o seu trabalho, que hoje pode ser um trabalho que te traz insatisfação, que você não está naquele ritmo todo que você gostaria ou estudar para concurso que vai te trazer uma vida melhor, que vai te trazer, muitas vezes, uma remuneração melhor ou que vai te trazer uma remuneração melhor e mais tranquilidade ou uma remuneração um pouco menor e mais tranquilidade

Qualquer que seja a situação, a gente sabe que a crise gera mudanças Se você está estudando para passar num concursos é porque provavelmente você está numa crise mesmo que isso não seja uma crise intensa, uma crise que acabe com o seu dia, é uma crise no sentido de um momento de instabilidade que vai te levar a um outro momento E por isso você está estudando Essa crise foi gerada por alguma insatisfação Essa insatisfação que você está vivendo te ajuda a atribuir importância

Se você trabalha e você estuda, você precisa manter esse trabalho porque se você está trabalhando, provavelmente, é porque você depende disso ou qualquer que seja a razão, você depende da renda que esse trabalho te traz, você precisa dele, enfim, N razões Você precisa manter esse trabalho e você precisa estudar O que eu sugiro para você? Faça o melhor que você puder no mínimo do tempo nesse trabalho e dedique o restante da sua vida para os estudos Isso não significa que você vai negligenciar o seu trabalho, porque isso não é ético, porque isso não é honesto, porque isso não é uma coisa que a gente gostaria que as outras pessoas fizessem com a gente Então, se você depende desse trabalho, se é esse trabalho que te sustenta, se é esse trabalho que te dá estrutura, você precisa, sim, dar atenção para esse trabalho

E uma vez que esse trabalho esteja resolvido, que você cumpra com suas obrigações aqui, você vai voltar toda a sua atenção para seus estudos Isso significa a maioria de nós trabalha 8 por dia Então, você tem 8 horas por dia, mais 15 minutos, mais meia hora, uma hora de almoço, então, a gente tem 9 horas pelo menos ali dedicadas ao nosso trabalho

Em alguns casos, para algumas pessoas, é comum que existam um tempo mesmo dentro do trabalho que seja um tempo ocioso, porque às vezes você trabalha por demanda, ou porque às vezes você trabalha com atendimento ao público, ou porque às vezes você trabalha à noite, e não tem tanta coisa para ser feita assim Então, nesses momentos que puder e for adequado você estudar, não há porque você não aproveitar isso A lógica aqui é você atribuir importância àquilo que é mais importante Então, a sua energia tem que ser atribuída aos estudos E o trabalho tem que ser mantido

Uma vez que a gente esteja com isso bem delineado, aí vem a parte de, de fato, você trabalhar, trabalhar nos estudos, Você acabou de arrumar dois empregos, quando você trabalha e estuda o que acontece é que você tem dois empregos E um desses empregos você ganha direito e, no outro, você está se preparando para você mudar de vida E esse seu segundo emprego, que é o emprego dos estudos, aí sim você precisa de carga total Você precisa de 100% de atenção, você precisa de 200% de esforço, você precisa usar toda a sua energia para você trabalhar com aquilo É claro que, se você puder, e isso é o ideal que aconteça, que seu trabalho que mantém as suas contas em dia, hoje, ele também tenha 100% dessa atenção e é importante que você não crie prejuízos no sentido de deixar os colegas na mão ou de trabalhar aquém do que você poderia por conta desse seu projeto paralelo

mas uma vez que você chega nos seus estudos, o trabalho é esse, é se focar 100% naquilo, é usar todo o tempo disponível, é estudar de forma eficiente usando técnicas, usando estratégias de estudos que já são conhecidas, que já são trabalhadas pela gente e dar o seu máximo Muitas pessoas me perguntaram sobre conciliação de trabalho e estudos ao longo do tempo e isso sempre me pareceu um pouco estranho

A recomendação que eu tenho para dar para você é exatamente essa E, uma vez que você descubra qual que é aquele seu tempo que você tem para os estudos, você aplique tudo aquilo que a gente conversa Eu tenho aqui, por exemplo, no canal, um vídeo que fala sobre planejamento, que fala sobre quadro-horário e ciclo de estudos Veja esse vídeo e, naquele tempo que você tem naquelas 3, 4, 5, 6 horas, que seja, que você tem disponíveis para estudar, você aplique isso, você organize seu horário para você poder extrair o máximo desse tempo que você tem Combinado? Gente, a gente se vê na nossa próxima oportunidade

Até lá!