COMO ESTUDAR EM FACULDADES NOS ESTADOS UNIDOS | Lucas Felpi

COMO ESTUDAR EM FACULDADES NOS ESTADOS UNIDOS | Lucas Felpi

junho 1, 2019 Off Por Redator

Oi pessoal! Bom dia, boa tarde, e boa noite pra quem estiver assistindo Nesse vídeo eu vou falar um pouquinho sobre um assunto pouco diferente, que eu não falei nos outros, que é sobre o processo para estudar no exterior, pra estudar fora, nos Estados Unidos

E muita gente pode não saber, mas além de ter ido bem redação e matemática no Enem e fazer vídeos e dicas sobre essas coisas, eu também apliquei pros Estados Unidos, que sempre foi meu sonho estudar lá Então eu vi que muita gente tem sonho também, queria dicas sobre isso, então eu decidi gravar um vídeo, pelo menos no início agora, explicando como é o processo pra aplicar pra faculdade lá nos Estados Unidos Bom, eu gosto de dividir esse processo em cinco etapas, cinco critérios que as faculdades exigem, que você tem que se preparar durante um ano, ou durante no mínimo uns seis meses, para poder fazer tudo pra enviar para lá Ele é um processo bastante diferente do brasileiro, para as faculdades brasileiras: não é só o vestibular, só uma prova que conta São unidos muitos fatores e muitas coisas para formar um perfil do aluno e do candidato para eles te conhecerem bem e poderem te avaliar como pessoa para entrar naquela faculdade

Então, sim, tem provas, mas tem muito mais do que isso, tem toda uma avaliação holística por volta da pessoa, do candidato que está se apresentando Então além de você mandar resultados de provas, sim, você manda outras coisas que mostram a sua personalidade, as suas atividades, seus hobbies, seus interesses A primeira etapa são as provas padronizadas Sim, tem provas, que nem eu falei, mas elas são provas muito diferentes do vestibular que a gente enfrenta aqui Você tem que fazer no mínimo duas provas pra poder aplicar para os Estados Unidos

A primeira delas é uma prova padronizada de matemática e inglês, podendo ser tanto o SAT ou o ACT São duas provas que são basicamente muito parecidas em questão de conteúdo, só que o estilo de prova é diferente, a estrutura de prova é diferente, mas as universidades aceitam qualquer uma das duas Você que escolhe qual fazer A mais comum é o SAT, que foi a que eu fiz e a que eu conheço Eu posso futuramente dar outras dicas, fazer um vídeo sobre como se preparar pro SAT

Eu escolhi, eu optei por essa E uma outra prova de certificação em inglês, que relata sua proficiência em inglês, e a prova que é requerida para os Estados unidos é o TOEFL, que é uma prova diferente da dos outros países, da Inglaterra, é uma prova específica de inglês americano e ela é feita normalmente no computador Ela é online, mas você tem que ir até o lugar e fazer a prova no computador de lá, que é como se fosse uma informática Ela envolve escrita, redação, envolve fala e oratória em inglês, escutar partes em inglês e transcrever, responder perguntas E essas duas provas que você vai ter que fazer, você pode se inscrever online Fica muito atento ao calendário de datas, especificamente para o SAT ou ACT, porque essas são poucas oportunidades ao longo do ano, e o TOEFL não, ele tem normalmente cada semana, a cada final de semana você pode fazer Só fica atento então ao calendário do SAT e do ACT A segunda etapa é relatar suas atividades extracurriculares

Todas as universidades pedem para você mandar como se fosse um relatório de, no mínimo, dez atividades, mas você pode colocar mais depois, de atividades que você faz fora de sala de aula, então isso envolve prêmios que você ganhou (qualquer prêmio que seja, pode acadêmico, pode não ser acadêmico), qualquer esporte que você fez, qualquer projeto, são todas as atividades e o envolvimento que você possa ter tido durante o seu Ensino Médio e a sua performance fora da sala de aula, o que mostra um pouco dos seus hobbies e dos seus interesses, de como você é um aluno envolvido, não só na sala de aula e vai bem nas aulas, mas também pode se complementar com outros interesses e outras coisas fora do ambiente escolar – ou mesmo no ambiente escolar, mas acrescentando outras formas de conhecimento A terceira etapa é enviar o seu histórico escolar Você vai enviar um relatório das suas notas escolares do Ensino Médio, você vai enviar todos os seus relatórios de notas da escola, mostrando quais foram as suas notas, que matérias que você teve, porque o sistema de avaliação brasileiro é diferente do americano, por isso eles exigem que você mande, sim, todas as suas notas A quarta etapa são cartas de recomendação Você vai pedir para que professores que te conheçam muito bem, professora que te conheceram por bastante tempo, que sabem quem você é, que são próximos de você, escreverem cartas sobre por que você é um bom candidato, por que você é um bom aluno, por que você deveria entrar naquela faculdade

E, além disso, no mínimo um orientador ou orientadora educacional que possa também escrever uma carta de recomendação sobre você E a quinta e última etapa e uma das mais importantes (eu considero a mais importante) são as redações pessoais ou as essays Essas são sobre você, sobre a sua personalidade (são todas escritas em inglês), sempre pensando sobre como você pode se apresentar como pessoa, tentando se conhecer Eu acho que foi um processo muito bom pra mim, principalmente, porque eu me descobri como pessoa, descobri as minhas características, minhas diferentes facetas, e essas redações são basicamente livres, mas tem alguns temas genéricos pra te direcionar Então sempre tem uma redação que é principal, tem uma redação que vai ser enviada pra basicamente todas as faculdades que usem uma plataforma chamada CommonApp

Ela é a redação chamada de Personal Statement, ela é mais importante porque ela vai ser enviada para todas (normalmente ela é muito longa) E, além disso, cada faculdade exige pelo menos algumas duas, três redações específicas Mas fica tranquilo que você não vai ter que escrever vinte redações quando você vai aplicar pra cinco faculdades: você pode usar normalmente uma redação em vários temas, de várias faculdades, só adaptando E lembrando que todas as redações são para mostrar você Não tem que agradar ninguém, tem que mostrar realmente quem você é, no que você é interessado, o que você gosta de fazer, como você se encaixaria no ambiente universitário nos Estados Unidos, como você se apresenta para o mundo

E não precisa ser nada muito complexo, é mostrar você, a sua pessoa No começo, eu também tive dificuldade para escrever essas redações, mas eu passei por um processo muito grande de autoconhecimento, de pensar o que me define, o que me identifico mais, o que é essencial mostrar para uma pessoa para ela me conhecer, o que ela precisa saber de mim para ela me conhecer Então foi nesse sentido que eu caminhei e consegui escrever as minhas redações

Até agora eu fui aprovado em duas faculdades: a Georgia Institute of Technology, em Computer Science (em Ciência da Computação), e a University of Michigan, fui aceito na escola deles de Literatura, Ciências e Artes, que lá eu vou futuramente poder escolher Ciência da Computação (que é o que eu quero estudar) E ainda estou esperando o resultado de mais nove faculdades, mas eu fiz esse processo para todas elas Eu apliquei para várias porque eu espero conseguir resultados positivos para ir juntando e poder escolher para onde eu quero ir, e eu espero ter esclarecido algumas das dúvidas de vocês sobre como é esse processo Ele é bem diferente do brasileiro, sim, mas ele é um processo que eu considero muito mais justo e holístico, no sentido de conhecer você e não só avaliar o resultado de uma prova, de um dia, só aquela performance Então se você tem o sonho de estudar fora, já começa por aqui, já sabe quais são as etapas e o passo-a-passo para você aplicar para lá, já começa a se preparar logo no começo do ano, porque você vai ganhar uma vantagem muito grande

Você vai poder se preparar com mais calma, com mais tempo, fazer as provas antes e ir passo-a-passo, porque depois senão começa a misturar seus estudos para o SAT, o TOEFL, e as redações, então se você vai com mais calma a partir de agora, no início do ano, você consegue chegar lá com mais tranquilidade E é isso, espero ter ajudado, e se você gostou desse tema, se você gostou de falar sobre faculdades fora, não só sobre o Enem, sobre matemática, sobre redação, mas também sobre faculdade nos Estados Unidos, deixa aqui seu comentário para eu saber que eu continuo fazendo vídeo sobre essas temáticas, outras sugestões de vídeos e outras sugestões de assuntos para a gente trabalhar aqui E é isso, muito obrigado!