Landing Page: tudo que você precisa saber

Landing Page: tudo que você precisa saber

abril 23, 2019 Off Por Redator

Fala, pessoal! Meu nome é Ewerton Silva e sou analista de SEO aqui na Resultados Digitais. E hoje vou apresentar tudo o que você precisa saber sobre Landing Pages.

Nesse vídeo você vai aprender o que são Landing Pages, os 4 elementos principais como fazer uma Landing Page, o que é uma Thank You Page e como divulgar sua Landing Page. Preparado? Então vamos lá!

O que é Landing Page?

Começando pela sua definição, a tradução literal de uma Landing Page é página de aterrissagem, a página que o usuário chega no seu site. Só que, no Marketing Digital, a gente costuma chamar de Landing Page aquelas páginas que são totalmente focadas na conversão de um usuário, como, por exemplo, o preenchimento de um formulário, uma solicitação de conversa com um consultor e até uma venda. Por isso, uma Landing Page geralmente não tem os elementos comuns de sites, como um menu de navegação, várias ofertas sendo exibidas e vários links internos e externos espalhados pela página.

Em uma Landing Page, o usuário tem duas opções: ou ele converte ou sai da página. Isso faz com que as Landing Pages tenham uma taxa de conversão muito superior do que páginas comuns de sites .Em geral, uma Landing Page tem 4 elementos básicos, que são:

  1. Título e subtítulo;
  2. Imagem de destaque;
  3. Descrição da oferta e
  4. Formulário de conversão

1. Título e Subtítulo

O título e o subtítulo são muito importantes para chamar a atenção do usuário e convencê-lo a converter ou pelo menos dar uma atenção para outros elementos da página, já que, segundo a Copyblogger, 8 entre 10 usuários só leem o título. Por isso é importante dar atenção para essa etapa e levantar várias ideias de título de Landing Page e não se limitar apenas a reproduzir os títulos da sua oferta. Já no subtítulo, você pode descrever um pouco mais a sua oferta.

2. Imagem de destaque

Outro fator importante que afeta nas conversões da sua página é o uso de imagens. Aqui não tem muita receita de bolo. O ideal é usar uma imagem que represente a sua oferta. É importante pegar uma imagem com boa definição para não ficar com um ar amador. E também lembrar de compactar sua imagem para não influenciar muito no tempo de carregamento da página

3. Descrição da oferta

O terceiro elemento básico de uma Landing Page é a descrição da oferta. Lembra que eu falei que pesquisas mostram que 8 em cada 10 usuários só leem o título? Isso não quer dizer que a descrição da sua oferta é menos importante. É aqui que você precisa convencer o usuário de que sua oferta tem valor e faz sentido para ele. Você vai vender a sua oferta, tirar as dúvidas mais comuns e alinhar expectativas com o visitante. Vale também testar vídeos explicativos e uma prévia da oferta em SlideShare por exemplo.

4. Formulário de conversão

O quarto elemento básico de Landing Pages é o formulário, que é peça muito importante, já que é onde o usuário vai realizar a conversão de fato. Aqui também não existe uma regra.

Muitas pesquisas apontam que, quanto menos informações você pedir no formulário, maior sua taxa de conversão. Então só peça o for essencial. Vale ter cuidado para não pedir nenhuma informação delicada como CPF, por exemplo.

Agora que já sabemos o que é uma Landing Page e seus elementos essenciais chegou a hora de botar a mão na massa e fazer uma. Você tem duas alternativas para fazer Landing Pages: você pode ter uma ferramenta ou pedir para o seu programador desenvolver elas. As vantagens de ter uma ferramenta é que elas têm templates que foram testados e aprovados; têm um desenvolvimento de sites mais simples, fica mais fácil integrar com outras ferramentas; entre outras vantagens. Por isso, na RD a gente usa uma ferramenta para isso: o RD Station Marketing que por ser uma ferramenta completa de Marketing Digital tem essas e outras vantagens.

Como fazer uma Landing Page?

Agora vou te explicar como fazer uma Landing Page do jeito que a gente faz aqui na Resultados Digitais, usando o RD Station Marketing num passo-a-passo, depois que você já tem uma oferta definida e sabe o público que deseja atingir. Na tela de Landing Pages é só escolher o template que mais se encaixa na sua oferta, com a identidade da sua empresa. Lembra do título, subtítulo, imagem e descrição da oferta que falei alguns minutos atrás? Aqui você vai incluir eles.

Vale incluir também as opções de texto que você criou pra ver também como é que eles ficam na página, qual fica melhor. Também é importante definir cores que combinem com sua oferta e não fuja muito da identidade da sua marca. Falando em marca, não esqueça de incluir a sua logomarca em cima da página. Outro ponto que você precisa ter atenção é a cor do fundo do Call to Action (CTA). Aquele botão que fica ali no final do formulário. Ele precisa ter um contraste legal com o resto da página. Mas também tente não fugir muito da identidade da sua marca.

Se ficar na dúvida, uma dica é usar uma cor oposta ao resto da Landing Page. Por exemplo, se sua página for mais em tons de azul, use no CTA um tom de laranja. Se for em tons vermelhos, use um botão em um tom mais puxado para o verde. E, se ela for amarela, use um botão roxo e vice-versa.

O próximo passo é selecionar as informações que você quer que o usuário inclua para acessar a sua oferta: as informações do formulário. Lembra quando eu falei que o formulário era um dos elementos básicos? Então, eu também falei que a quantidade de informações que você pede nele influencia nas suas conversões. Selecione com cuidado o que você vai pedir e peça só o essencial. Uma coisa legal no RD Station Marketing é que dá pra usar um formulário inteligente. Se o Lead já está na sua base, a Landing Page só pede as informações que o usuário ainda não preencheu. As próximas etapas são mais técnicas, como as configurações de itens, como URL título, description, link da Thank You Page, fluxo de automação de emails e informações para compartilhamento social. Na sequência, é só publicar e pronto: sua Landing Page já tá no ar!

Falando em Thank You Page, você sabe o que ela é?

Thank You Page

Quando o usuário converte na sua Landing Page, você leva ele pra onde? Direto pra sua oferta? Então você está perdendo uma grande oportunidade e pra isso que serve a Thank You Page, ou página de agradecimento.

Além de agradecer e disponibilizar sua oferta, nela você pode incluir ofertas relacionadas e até um formulário mais avançado, como um teste do seu produto ou serviço. Como todo mundo que converter em sua Landing Page vai acessá-la, é uma ótima chance de manter esse usuário engajado e até gerar uma oportunidade. Mas como as pessoas vão acessar a sua Landing Page? É aí que entra a divulgação.

6 formas diferentes de divulgar a sua Landing Page

Vou apresentar 6 formas diferentes de divulgar a sua página. Você pode testar todas e mensurar o que dá resultado pra você.

1. Links internos em seu blog

Uma forma simples de divulgar é incluir links internos no seu site e no seu blog durante o conteúdo, nos menus, incluir banners, usar Calls to Action, pop-ups e até pode fazer uma biblioteca de materiais, juntando todas as ofertas que você já publicou.

Quando terminar esse vídeo, dá uma olhada lá no site da Resultados Digitais. Temos uma biblioteca com todos os materiais, banners divulgando eles no blog e links internos também.

2. Redes Sociais

Outra forma de divulgar é usar as redes sociais da sua empresa pra compartilhar a página. Divulga na fanpage do Facebook, na página do LinkedIn, no perfil do Twitter. Você pode até usar o Stories do Instagram. Por que não? Redes sociais como Facebook e LinkedIn também têm vários grupos de nichos que podem ser interessantes pra divulgar o seu conteúdo. Só não vale entrar no grupo só pra compartilhar e depois sair, beleza?

3. Newsletter

Se já tem uma base de Leads cadastrados, mesmo que pequena, se esses Leads não conhecem esse conteúdo, por que não enviar um email pra eles?

Uma vantagem de ter uma ferramenta como o RD Station Marketing pra isso é que podemos segmentar só os contatos que ainda não converteram nessa página e enviar um email segmentado para eles. Isso é só um exemplo bem básico do que dá pra fazer.

4. Links Patrocinados

Você investe em links patrocinados como AdWords, Facebook Ads e até LinkedIn Ads? Então imagine o seguinte cenário: você tem uma campanha com custo por clique de R$ 0,50 e gastou, até o momento, R$ 100 com essa campanha e recebeu 200 cliques. Vamos supor que ao clicar você leva esse usuário para uma página mais genérica do seu site, com uma taxa de conversão de 3%, chutando ainda acima da média. Dessa forma você gerou só 6 Leads e gastou quase R$ 17 por Lead. Visualizou?

Agora vamos supor que, ao clicar, o usuário é direcionado para uma Landing Page dedicada e otimizada, totalmente relevante para o anúncio com taxa de conversão de 15%, por exemplo que pode ser muito mais, tô chutando baixo aqui. Nessa simulação, usando uma Landing Page você gerou 30 Leads e teve uma redução de 80% do Custo por Lead, que baixou de quase R$ 17 para menos de R$ 4. Vale a pena continuar levando usuários para páginas internas do seu site com mídia paga, se você pode fazer com Landing Pages dedicadas por campanhas e até por anúncios e ter um resultado muito superior?

5. SEO

Essa lógica da mídia paga também vale para resultados orgânicos do Google e de outros buscadores também. Como a taxa de conversão geralmente é muito maior, se você conseguir ranquear a sua Landing Page no Google ao invés de um artigo, vai ter muito mais resultados. Por isso, separei 4 ações de SEO na hora de criar uma Landing Page que podem te ajudar.

Defina a Keyword principal

A primeira é definir uma palavra-chave foco pra sua Landing Page que seja relacionada com sua oferta e, se possível, tenha alguma relação com seu formato. Por exemplo: planilha de automação de marketing. Palavra-chave definida, é a hora usá-la no conteúdo da sua Landing Page.

Incluir KW na descrição e nas Alt Tags

Tente incluir o termo no título e na descrição da sua oferta. Também inclua a palavra no texto alternativo da imagem (Alt Tags) que você está usando na Landing Page.

Inserir KW na URL, título e descrição

O terceiro passo é incluir as palavras-chave também nas configurações da página como na URL, no título que vai aparecer nos buscadores e na meta descrição. Lembra de deixar a URL o mais curta possível e de não passar de uns 65 caracteres no título e uns 150 caracteres na meta descrição. No RD Station Marketing, por exemplo, tem a tela de otimização, onde eu incluo a palavra-chave que foi definida e o software indica o que eu preciso melhorar.

Apontar links para sua Landing Page

Depois que a página tá publicada, o último passo é identificar no site páginas e artigos que mencionam sua palavra-chave principal e até outros termos relacionados para incluir o link da sua Landing Page e assim passar um pouco da autoridade que tem no seu site pra ela.

6. Faça Co-marketing

A última forma de divulgação, poucas empresas exploram é o comarketing. Já parou pra pensar que existem outras empresas que não são suas concorrentes mas fazem parte do universo da sua empresa, portanto poderiam falar do mesmo assunto que você e gerar Leads também?

Se, ao invés de cada uma fazer sua Landing Page falando sobre algo muito parecido as duas empresas juntassem os esforços para fazer um conteúdo mais completo divulgarem em conjunto e ter mais resultados? É isso que é o co-marketing. Você não precisa se limitar a fazer só com uma empresa. Mesmo que seja pra um material. Dependendo da oferta, mais de duas empresas podem desenvolver e divulgar.

Um ponto de atenção aqui é não fazer comarketing com qualquer empresa. Escolha a que tem uma boa reputação com seu público e que também tenha o que oferecer, como mão-de-obra para produzir ou uma boa audiência para divulgar. Para complementar, aqui nesse link tem um eBook gratuito sobre o assunto e também tem um link para uma página completíssima sobre Landing Pages.