O que fazer depois de uma reprovação | Fernando Mesquita

O que fazer depois de uma reprovação | Fernando Mesquita

março 2, 2019 Off Por Redator

Fala, pessoal! Tudo bem? Aqui é Fernando Mesquita, trazendo para você sempre o melhor da preparação para provas e concursos públicos neste país Se você não me conhece, já se inscreva aqui no canal para você não perder nada do que eu trago para você, e se você já me conhece, já deixe seu like aqui porque isso me ajuda a trazer conteúdos cada vez melhores para a gente

Hoje a gente vai falar sobre um tema que foi muito pedido que é: Fernando, o que eu faço depois de uma reprovação? A maioria de nós que não está fazendo provas e concursos por esporte vai ser reprovado Então, isso é normal, isso é natural e isso é, muitas vezes, esperado Num desafio como esse que tem muitos candidatos, que tem muita gente envolvida, é normal que a gente chegue num determinado ponto em que a gente não está exatamente preparado para vencer aquilo que vem pela frente É claro que a reprovação acaba sendo uma decorrência desse processo que a gente enfrenta, mas o que importa mais não é a reprovação, mas o que você faz com ela O que importa mais não são os eventos da sua vida, mas como você encara esses eventos e qual experiência você consegue extrair disso que você vive

Eu tenho algumas sugestões para você Algumas delas são sugestões da minha própria vivência, e outras são decorrência do que eu vi e vivi com meus alunos ao longo dos cursos que eu ministrei, e todas elas funcionam bem e são coisas que você vai ter que testar para ver o que funciona melhor para você A primeira delas, que é absolutamente indispensável e que é coisa que pouquíssimas pessoas fazem, é avaliar o que aconteceu nessa reprovação O que te levou a essa reprovação? O que eu percebi ao longo da minha carreira, lidando com candidatos a concursos públicos, é que toda reprovação pode ser alocada em uma das quatro etapas do Ciclo EARA O Ciclo EARA é a metodologia de estudos que eu desenvolvi que fala de estudos, aplicação, revisão e adaptação Qualquer reprovação está em um desses pontos Pode estar em mais de um deles, mas normalmente está majoritariamente em um dos pontos

De repente você não estudou adequadamente, você estudou menos do que você deveria, você não estudou da forma como você poderia aproveitar melhor aquele conteúdo De repente você não resolveu questões, você achou que elas não eram necessárias, você começou a resolver questões só na última semana ou no último mês antes do concurso, e a gente sabe que questões devem ser resolvidas desde o primeiro dia de estudos Você de repente não revisou Revisar não é uma tarefa divertida, não é uma tarefa dinâmica, não é uma tarefa super sexy nos estudos, mas é uma coisa que a gente precisa fazer para a gente reter conhecimento, para a gente manter esse conhecimento conosco Ou de repente você não se adaptou, você não registrou aquilo que você estava vendo, você não avaliou o seu processo de estudos ao longo do tempo para você saber o que você poderia melhorar, como você poderia melhorar, onde estavam as suas principais dificuldades

O segundo ponto que você pode e muitas vezes deve fazer é tirar um ou dois dias para descansar A gente sabe que a reprovação não é uma coisa fácil É claro que não Ninguém quer ser reprovado, ninguém estuda para ser reprovado Mas muitas vezes a gente tem expectativas irreais em relação àquilo que a gente está fazendo

Pode ser que você queira e isso já aconteceu, já contei isso em inúmeras situações, de pessoas (e isso acontece até hoje), que me escrevem dizendo assim: Fernando, eu estudei 2 meses para uma prova e eu não consegui passar, isso me deixou tão decepcionado E é claro e é natural de se esperar que, se você não é um gênio da humanidade, se você não tem uma certa aptidão, se você não tem condições especiais que convirjam para aquele momento, é natural que a maioria das pessoas que estude em dois meses não passe em uma determinada prova É possível? É claro que é, mas vários elementos têm que convergir para que isso aconteça Então, não é motivo de tristeza você estudar durante dois meses e não conseguir passar Por isso que, depois de uma reprovação dessa, é importante você parar e pensar, você refletir sobre o que aconteceu, volte lá naquela dica um de fazer uma avaliação do que aconteceu, e a partir daí você começa a pensar qual é o seu próximo passo, que é a nossa terceira dica

Para onde você vai agora? Uma vez que essa reprovação tenha acontecido, o que você vai fazer? Pode ser que você esteja prestando vestibular e pode ser que daqui a 6 meses você tenha uma nova possibilidade Pode ser que você esteja fazendo uma prova de concurso e essa prova de concurso não vá se repetir durante alguns anos Pode ser que você esteja estudando para residência médica e daqui um tempo você vai ou não ter, e aí você vai ter que avaliar para ver qual vai ser a sua estratégia a partir de agora O que eu recomendo é que você tire alguns instantes para decidir quais vão ser os seus próximos passos, de preferência baseado nesse conhecimento que você já adquiriu Você sempre vai passar mais rápido, você sempre vai evoluir mais rápido nos estudos se cada etapa dos seus estudos puder se apoiar na anterior

O que muitas pessoas fazem é: começar a estudar para uma determinada área e de repente ir para uma área completamente diferente Quanto mais convergentes forem essas áreas, maior é a possibilidade que você possa aproveitar aquele conteúdo anterior, aproveitar aquela experiência anterior e crescer com seus estudos para a partir daí você poder realmente evoluir no seu processo e passar muito mais rápido E, por último, e que é uma sugestão fundamental e que muitas pessoas ignoram é: NÃO DESISTA! Quando a gente está falando de carreira, quando a gente está falando de vestibulares, muitas vezes, às vezes nem passa pela cabeça das pessoas, mas quando a gente está falando de concursos públicos, por exemplo, é muito normal você ver as pessoas dizendo: Ah, eu não passei numa prova, então agora vou desistir Existe uma categoria de pessoas que nunca vai passar em prova E essa categoria de pessoas são as pessoas que desistem

O restante das pessoas, aquelas pessoas que entendem o processo, que avaliam o que estão fazendo, que querem melhorar e que buscam melhorar, essas pessoas são as pessoas que normalmente passam 99% das pessoas que prestam concursos não fazem a menor ideia do que elas estão fazendo E o fato de você estar aqui se instruindo, procurando saber o que fazer depois de uma reprovação, que pode ser o caso de você estar vivendo neste momento, e eu sinto muito por isso antecipadamente, mas o fato de você estar aqui avaliando isso te coloca potencialmente num estágio diferente das outras pessoas, num estágio de pessoas que entendem que a reprovação faz parte e como você pode usar essa reprovação a seu favor Eu fui aprovado em várias provas e eu fui reprovado em muito mais provas do que eu fui aprovado Então, a gente não precisa se desesperar, porque o que importa, no fundo, são as suas aprovações e ninguém se importa com suas reprovações, além de a gente mesmo

Então, foco naquilo que é importante, decida-se por aquilo que você quer, tenha sempre em mente qual é o seu objetivo e aprenda com aquilo que você viveu, e eu tenho certeza que você vai ter uma vida muito melhor E por mais que a reprovação continue doendo, ela vai durar muito menos do que para muitas pessoas Combinado? Eu sou Fernando Mesquita Se você gostou deste vídeo, inscreva-se aqui no canal se você não for inscrito ainda, curta aqui embaixo, deixe o seu like aqui E a gente se vê na nossa próxima oportunidade

Até lá!